Proposta do Programa

Histórico | Coordenação | Infraestrutura | Proposta do Programa | Membros do Colegiado

Visão geral, evolução e tendências

Visão geral | Integração com a graduação | Pontos fortes do programa
Autoavaliação | Solidariedade, nucleação e transparência

Entre os diversos Programas de Pós-Graduação atualmente existentes na área de Parasitologia, o da UFMG foi o primeiro a ser implantado no país, com o seu Mestrado criado em 30/09/1968 e o Doutorado em 03/09/1976, com inícios em 1969 e 1977, respectivamente. O Programa visa à formação de mestres e doutores qualificados para atuarem em pesquisa e/ou docência, sendo estruturado em 10 linhas e 81 projetos incluídos nas áreas de Protozoologia, Helmintologia, Entomologia, Imunoparasitologia e Epidemiologia das Doenças Infecciosas e Parasitárias.

Entre os indicadores de qualidade do Programa, citam-se estudos que se aplicam à Saúde Pública e revertem em bem estar da coletividade, destacando-se a produção de uma vacina contra a leishmaniose tegumentar americana e o registro de patentes de armadilhas para controle de mosquitos vetores do dengue e da febre amarela. Outros indicadores podem ser evidenciados pelo destino dos alunos egressos, geralmente absorvidos pelas instituições de ensino e pesquisa, públicas ou privadas e a sua inserção, diante da nossa realidade social e política do país frente à crescente expansão e urbanização das doenças parasitárias. Urge, assim, qualificar recursos humanos para atuarem na busca de soluções para esses problemas, verdadeiros desafios numa sociedade como a nossa, marcada progressivamente por maior complexidade e por grandes contradições. Cumpre salientar que a Parasitologia transcende o interesse acadêmico, constituindo a base fundamental para uma política sanitária bem estruturada e que visa assegurar o desenvolvimento da nação. Em face disto, o Programa de Pós-Graduação em Parasitologia busca desempenhar de forma ágil e efetiva o seu papel na formação destes recursos, incorporando cada vez mais interdisciplinaridade, ao utilizar-se de modernas abordagens da Biologia e Epidemiologia Moleculares, da Genômica/Pós-Genômica e da Imunologia, sem, contudo deixar de lado os aspectos tradicionais da Parasitologia, os quais são ainda de enorme importância na prevenção e controle das parasitoses no país, onde há persistência de parasitos como os da malária, geo-helmintoses, re-emergência de leishmaniose visceral e dengue e emergência de novos agentes oportunistas como os microsporídios em indivíduos com AIDS.

A despeito da sua importância observa-se uma nítida tendência de redução do número de parasitologistas com formação clássica em várias partes do mundo, inclusive no Brasil. Esta tendência é nitidamente percebida em nosso Programa. Verifica-se, assim, redução significativa do número de docentes com formação em Parasitologia clássica envolvidos no Programa (por aposentadoria ou morte) como também a menor atratividade de projetos envolvendo, por exemplo, sistemática, taxonomia e biologia básica de parasitos não humanos junto aos novos estudantes. Outra dificuldade enfrentada é a baixa valorização que o CBIII confere à maioria dos periódicos que publicam estudos desta natureza. Portanto, um grande desafio futuro para o nosso Programa será continuar conciliando a Parasitologia moderna à Parasitologia clássica.

Apesar deste panorama desafiador, na última avaliação trienal da CAPES (2007-2009), o nosso Programa foi promovido para o conceito 6, recebendo o seguinte comentário no Relatório de Avaliação do Comitê de Ciências Biológicas III: Um programa, o da UFMG-Parasitologia, certamente o melhor programa de Parasitologia Básica que temos, teve um aumento expressivo em publicações e em formação de pessoal. Houve ainda uma reformulação nesse programa, ingresso de novos docentes e aumento expressivo na formação de pessoal.

Campus da UFMG - Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - Belo horizonte - Minas Gerais - CEP: 31270901
Caixa Postal 486 - Sala 237 - Bloco E3 - ICB - UFMG - Telefone: (0**31) 3409-2962 - Fax: (0**31) 34092829 - e-mail: pg-par@icb.ufmg.br